Portos e Navios – TST mantém decisão que obriga terminais a usarem 50% de mão de obra avulsa no Porto de Santos

https://i0.wp.com/enova.com.br/wp-content/uploads/2017/04/estudio58.com_.br_8179.jpg?w=690&ssl=1

via Portos e Navios por G1

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) manteve, nesta quarta-feira (5), a decisão que obrigou as empresas portuárias a contratarem metade da mão de obra avulsa nos terminais de contêineres do Porto de Santos, no litoral de São Paulo.

O Sindicato dos Operadores Portuários do Estado São Paulo (Sopesp) havia recorrido da decisão do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), publicada no último dia 27 e já cumprida pelos terminais, por meio do Órgão Gestor de Mão de Obra (Ogmo).

No entanto, nesta quarta-feira, o ministro Maurício Godinho Delgado indeferiu a liminar pretendida pelo Sopesp.

Segundo o Sindicato dos Estivadores de Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão, desde junho de 2016, as empresas Brasil Terminal Portuário (BTP), Ecoporto, Libra e Santos Brasil trabalhavam com 66% de estivadores vinculados e 34% de avulsos, o que levou o sindicato a promover greves e protestos.

Fonte: G1

Fonte: Portos e Navios – TST mantém decisão que obriga terminais a usarem 50% de mão de obra avulsa no Porto de Santos

%d blogueiros gostam disto: