Desempenho externo das carnes no 1º decêndio de junho| CNA Brasil

por AviSite / via CNA Brasil

13/06/2017 – Desempenho externo das carnes no 1º decêndio de junhoPor AviSiteDepois de abrirem o mês (1ª semana, dois dias úteis) com o melhor resultado dos últimos treze meses, as exportações brasileiras de carne sofreram fortíssimo refluxo na 2ª semana de junho. A ponto de a receita cambial – da ordem de US$62,888 milhões, pela média diária – recuar quase 25% de uma semana para outra (US$47,189 milhões/dia entre 5 e 9 de junho).Como resultado, os primeiros sete dias úteis (de um total de 21 dias úteis de junho corrente) está sendo fechado com uma receita cambial que, pela média diária, se encontra 4,5% e 10,9% abaixo das que foram registradas em maio último e em junho de 2016, meses com 22 dias úteis Pelos resultados atuais, apenas a carne bovina tende a registrar resultado positivo no mês. Projeta pouco mais de 100 mil toneladas, resultado que significa crescimento de 5,06% sobre junho do ano passado e de 12,29% sobre maio de 2017.No tocante às carnes suína e de frango, as projeções do momento sugerem redução superior a 22% sobre o mês passado, que já não foi dos melhores. Mas os índices de queda sobem assustadoramente na comparação com junho de 2016, pois a tendência é de uma queda de 36% para a carne de frango e de pouco mais de 39% para a carne suína.

Fonte: CNA Brasil – Confederação da Agricultura e Pecuária

%d blogueiros gostam disto: