Porto de Barra do Riacho, em Aracruz, tem aval do Governo Federal e previsão é sair em 2018 | Espírito Santo | G1

Vista aérea de Portocel (Foto: Divulgação/ Portocel)

Vista aérea de Portocel (Foto: Divulgação/ Portocel)

O governo federal escolheu o porto de Barra do Riacho, em Aracruz, no Norte do Espírito Santo, gerido pela estatal Codesa, para iniciar um novo programa de privatização dos portos públicos brasileiros.

via G1 Espírito Santo

A expectativa do diretor-presidente da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), Luis Cláudio Montenegro, é que a licitação se realize no primeiro semestre de 2018, atraindo um investimento privado de até R$ 1,5 bilhão.

Esse valor será somado a outro R$ 1,5 bilhão do projeto de expansão da Fibria na área que a empresa de celulose já ocupa no porto. Nesta quarta-feira (19), Montenegro esteve em reuniões em Brasília para tratar da modelagem do processo junto ao BNDES e dos estudos de viabilidade, e também apresentou à bancada federal o plano de expansão de Barra do Riacho.

O presidente Michel Temer (PMDB) deu aval para o projeto, escolhido para alavancar a carteira de ativos do chamado Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), uma espécie de Parceria Público-Privada (PPP) lançada pelo atual governo.

Pode ser um modelo de concessão ou de arrendamento da operação. Segundo a senadora Rose de Freitas (PMDB), pode-se gerar 17,6 mil empregos (14 mil indiretos e 3,6 mil diretos).

“A ampliação do porto vai incluir abrigo e enrocamento; construção de uma dezena de novos berços, retroárea e cais; colocação de equipamentos de movimentação de cargas, armazéns, um investimento realmente muito grande. A nossa expectativa é definir a licitação no primeiro semestre de 2018. Vamos correr para andar junto com os investimentos da Fibria, que começará as obras no mesmo período”, afirmou Montenegro.

Fonte: Porto de Barra do Riacho, em Aracruz, tem aval de Temer e previsão é sair em 2018 | Espírito Santo | G1

%d blogueiros gostam disto: