Comunidades em Capanema, no Pará, terão oferta hídrica ampliada | Integração Nacional

Resultado de imagem para ministerio da integração nacional

Por Assessoria de Comunicação

Brasília-DF, 4/5/17 – O Ministério da Integração Nacional autorizou o repasse de R$ 7 milhões para garantir o abastecimento de água potável a cerca de 1.700 famílias no município de Capanema, no nordeste do Pará.

O aporte de recursos possibilitará a implantação de sistemas coletivos que farão a captação, tratamento e distribuição de água até as residências em dez comunidades – Igarapeara, Malacacheta, Parada do Menino Jesus, São Leandro, Segredinho, Tamateua, Vila Vinte, Vila Nova, Vila Nova Assis e Vila Sorriso. O Termo de Compromisso foi assinado pelo ministro Helder Barbalho, nesta quinta-feira (4).

Na última semana, R$ 7,4 milhões em recursos do programa Água para Todos também foram autorizados para município de Bragança. Lá, os investimentos federais vão contemplar aproximadamente três mil famílias nos distritos de Caratateua, Sede, Nova Mocajuba, Almoço, Tijoca e Treme.

Ainda no mês de maio, 19 mil pessoas que vivem em comunidades no município de São Miguel do Guamá também receberam a garantia de abastecimento de água. O repasse de R$ 7,1 milhões autorizado pelo ministro Helder Barbalho vai assegurar o benefício nas seguintes localidades: Mururé, Suassui, Rio Branco, Urucuri, Acaripeteua, São Raimundo, Matupiriteua, Alto Tatuaia, Acapiteua e Vila do Carmo.

Mais qualidade de vida

Os investimentos do programa Água para Todos no Pará somam R$ 41,5 milhões e vão beneficiar mais de 136 mil pessoas. Nas regiões de Marajó e do Xingu, por exemplo, estão sendo implantados 94 sistemas de abastecimento em 26 municípios. O aporte de recursos federais para esta ação é de R$ 20 milhões.

O programa vai ajudar a garantir melhores condições de vida para centenas de famílias nos 16 municípios da Ilha de Marajó: Afuá, Anajás, Bagre, Breves, Cachoeira do Arari, Chaves, Curralinho, Melgaço, Gurupá, Muaná, Ponta de Pedra, Portel, Salvaterra, Santa Cruz do Arari, São Sebastião da Boa Vista e Soure. A região apresenta um dos mais baixos índices de desenvolvimento do Brasil.

Já na região do Xingu, as cidades contempladas pelo conjunto de obras serão Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.

Universalização

Aproximadamente seis milhões de pessoas são diretamente beneficiadas pelo programa em todo o País. A iniciativa tem o objetivo de universalizar o acesso e o uso da água em comunidades rurais e em situação de extrema pobreza, tanto para o consumo humano quanto para a produção agrícola e alimentar. Desde 2012, mais de R$ 2,7 bilhões do Ministério da Integração foram disponibilizados para a instalação de diversos tipos de tecnologias que captam e armazenam água.

Fonte: Comunidades em Capanema, no Pará, terão oferta hídrica ampliada – Todas as Notícias – Integração Nacional

%d blogueiros gostam disto: