Redução de impostos abre caminho para a soja brasileira na China | Blog da Kellen Severo

O Ministério das Finanças da China anunciou a redução do imposto sobre valor agregado de 13 para 11% por lá.

via Canal Rural por K

A taxa que também incide sobre a importação da soja vai sofrer alteração a partir de julho e deve favorecer o apetite chinês por mais commodities agrícolas, projetam consultorias de mercado.

A notícia de incremento na demanda soa como música para os ouvidos de produtores brasileiros, que ainda tem 50% da safra de soja para vender de acordo com dados da consultoria Safras&Mercado. A busca pelo grão é uma alternativa para elevar o patamar das cotações, já que os baixos preços inibiram a comercialização que está em um dos menores patamares dos últimos anos. Um vetor para aumentar o valor pago pela commoditie pode ser a China, maior comprador de soja do mundo, que está batendo recordes de compras e deve manter o ritmo acelerado até o fim do ano.

A China importou 8,02 milhões de toneladas de soja em abril, um recorde para o mês. Dados da agência Reuters apontam que é o quarto mês consecutivo em que as importações estabeleceram um recorde para seu respectivo mês. De acordo com a consultoria norte-americana FCStone, a redução dos impostos vai motivar novas compras chinesas.

Mais informações e a matéria completa no site Canal Rural, em Redução de impostos abre caminho para a soja brasileira na China – Blog da Kellen Severo

%d blogueiros gostam disto: