Encontro debate clima e desenvolvimento | InforMMA

por Ministério do Meio Ambiente / PAULENIR CONSTÂNCIO

27/06/2017 – O secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Everton Lucero, afirmou, nesta terça-feira (27/06), em Brasília, que a pasta tem como “prioridade absoluta” fazer com que as metas estabelecidas pelo Acordo de Paris sejam cumpridas. “O enfrentamento à mudança do clima precisa ocupar o topo da agenda econômica e depende mais da sociedade que dos governos”, defendeu.

Lucero participou de seminário internacional sobre estratégias de desenvolvimento de longo prazo de baixas emissões de gases efeito estufa, promovido pelo Instituto Clima e Sociedade (ICS) em parceria com a Embaixada da Alemanha e o Fórum Brasileiro de Mudança do Clima (FBMC). O evento reuniu especialistas do México e Alemanha, países que já definiram suas estratégias, com o propósito de transmitir suas experiências e lições aprendidas como subsídios para a futura elaboração da estratégia brasileira.

FÓRUM

A reformulação do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima (FBMC) foi publicada também nessa terça-feira pelo governo federal, criando novas câmaras temáticas para promover o diálogo entre os órgãos públicos, os setores empresarial e acadêmico e a sociedade. Os ministérios da Fazenda, Educação, Integração Nacional e Defesa passam a fazer parte do FBMC, com as outras dez pastas.

O secretário destacou ações do Brasil em três setores prioritários, o incentivo à geração de energia limpa, a Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa (Proveg) e o Plano de Agricultura de Baixo Carbono (ABC).  Na avaliação de Lucero, o Ministério do Meio Ambiente tem o papel de articular as ações que devem conduzir o país ao cumprimento das metas sobre o Acordo de Paris, dialogando com governos estaduais, municipais, setor produtivo e a sociedade, com apoio do Fórum Brasileiro sobre Mudança do Clima.

Participaram do evento o ministro-conselheiro da Embaixada da Alemanha no Brasil, Christoph Bundscherer; diretor-geral do Ministério do Meio Ambiente da Alemanha, Karsten Sacks; o representante da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do México, Rodolfo Lacy Tamayo;  o coordenador executivo do FBMC, Alfredo Sirkis;  e o secretário executivo do Observatório do Clima, Carlos Rittl, além de especialistas em meio ambiente de organismos não governamentais.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227

Fonte: Notícias – InforMMA

%d blogueiros gostam disto: